Post Content

MariaGonzalez  Posted by:

María González, Department of Public Health

María is the Community Health Education Manager for the Department

 

Todos sabemos a importância das crianças se manterem hidratadas quando estão ativas ou fazem esportes. Mas as bebidas energéticas são adequadas para as crianças? Elas realmente precisam do que essas bebidas modernas oferecem?

A resposta é não, pelo menos na maioria dos casos. A maioria das crianças obtêm todos os nutrientes e a energia que precisam ao beber água potável e manter uma dieta saudável e equilibrada composta por frutas, verduras, legumes, carnes magras e laticínios com pouca gordura. No entanto, todas essas bebidas – as energéticas, as esportivas e a água fortificada com vitaminas – têm algo em comum: elas prometem dar-nos algo "extra", seja lá marcar um gol, correr mais rápido ou aumentar a nossa energia. Assim, não devemos nos surpreender que essas bebidas sejam tão atraentes, mas será que essas promessas não são boas demais para ser verdade?

Bebidas Esportivas

SportsDrinks smallMuitos pais pensam que se o seu filho pratica esportes, ele precisa de uma dessas bebidas para saciar a sede. Se o seu filho fizer atividade física vigorosa durante 60 minutos ou mais, se fizer "sessões duplas" de esporte no verão, ou se ele for extremamente ativo em dias muito quentes, beber pequenas quantidades dessas bebidas esportivas – durante ou após o exercício – pode ajudar a mantê-lo hidratado. Para os atletas esporádicos ou as crianças que não são ativas, as bebidas esportivas são desnecessárias e podem até ser prejudiciais para a saúde. Não se esqueça que essas bebidas contêm muito açúcar e calorias sem valor nutritivo, o que pode resultar em aumento de peso. Uma maneira segura de manter as crianças hidratadas quando estão fazendo algum esporte é ter à mão suficientes garrafinhas de água para beber antes, durante e após o exercício.

Bebidas Vitaminadas

Vitaminwater smallAssim como as bebidas esportivas, as bebidas fortificadas com vitaminas prometem mantê-lo hidratado. Elas são comercializadas como uma maneira simples de fornecer ao seu filho os nutrientes de que ele precisa. A verdade é que a maioria das crianças obtêm nutrientes suficientes através de uma dieta saudável e equilibrada. De fato, essas bebidas podem fornecer uma quantidade excessiva de vitaminas e minerais, o que pode ser prejudicial à saúde. Elas também contêm uma grande quantidade de açúcar e calorias, além de substâncias derivadas de ervas cujo efeito em crianças ainda não foi estudado. Não se arrisque, pule esta seção no supermercado.

 

Bebidas Energéticas

EnergyDrinks smallCrianças e adolescentes estão continuamente comprando as chamadas bebidas energéticas. A verdade é que os pediatras do país estão preocupados com a popularidade dessas bebidas que contêm altas doses de cafeína. Um relatório da Academia Americana de Pediatria adverte que as bebidas energéticas são prejudiciais para as crianças e devem estar fora do seu alcance devido à grande quantidade de cafeína que contêm. De fato, algumas bebidas energéticas podem conter uma quantidade de cafeína equivalente a 1 a 3 xícaras de café. Pense em como você se sente depois de tomar muito café. Agora imagine como o seu filho em fase de crescimento vai se sentir com essa mesma quantidade. A cafeína causa efeitos negativos em crianças e também em adultos, mas em crianças os efeitos se multiplicam ainda mais. Ela pode causar nervosismo, dor de estômago, dor de cabeça e dificuldade para dormir ou se concentrar.

Quer se trate de bebidas esportivas, vitaminadas ou energéticas, o melhor que você pode fazer pelos seus filhos é limitar este tipo de líquido. Beber muita água é a melhor maneira para os seus filhos se manterem hidratados. Se eles não gostam de beber água, experimente adicionar pedaços de frutas (como limão ou framboesas) para dar algum sabor. Antes de dar o seu filho uma bebida nova, verifique os rótulos e consulte o seu médico se tiver quaisquer dúvidas ou preocupações.

Para mais informações sobre bebidas saudáveis, confira o site em português do Mass in Motion.

Agradecemos à Lani Telian, Especialista em Saúde e Comunicação, Departamento de Saúde Pública de Massachusetts, pela sua contribuição para escrever este blog.

Written By:

Recent Posts

Weekly Flu Report, October 13, 2017 posted on Oct 13

Welcome to the first weekly flu report of the 2017-2018 flu season. Each week between now and the end of May, we’ll post the latest data on the spread of flu in Massachusetts. This week’s report shows that rates of flu-like illness in the state   …Continue Reading Weekly Flu Report, October 13, 2017

Highlights of the October 11th Public Health Council Meeting posted on Oct 11

The October monthly meeting of the Public Health Council featured a trio of informational presentations from DPH program staff related to various Departmental initiatives, including: Update on Implementation of Revised Determination of Need Regulation 105 CMR 100.000 Problem Gambling and Public Health: Challenges and Opportunities   …Continue Reading Highlights of the October 11th Public Health Council Meeting

Bed Bugs: What You Need to Know posted on Sep 22

Bed Bugs: What You Need to Know

It’s September, a month when students move into dorms and apartments, used furniture moves out onto the sidewalk – and unfortunately, when bed bugs can become an issue. As a health educator in the Bureau of Environmental Health, I get lots of calls this month   …Continue Reading Bed Bugs: What You Need to Know