Post Content

Jordan CorizaPosted by:
Jordan Coriza, Department of Public Health

Jordan is the Director of Ethnic Media Engagement for the Department.

Não tem como não ver: todas as manhãs longas filas de pessoas andando como robôs para pegar essa bebida que altera a mente, mas é permitida por lei. Comecei a pensar na razão que justifica essa dedicação de tantas pessoas ao café e comecei a me informar sobre os benefícios e perigos do café.
O café é consumido por muitos adultos porque melhora o humor, o raciocínio e a atividade física. Um café de loja normal pode conter à vontade 550 mg de cafeína, o que quase que imediatamente desperta as pessoas. Algumas pessoas bebem café para diminuir o apetite e queimar calorias (embora esse efeito seja mínimo).

Há muita controvérsia nas pesquisas sobre os benefícios e perigos do consumo do café, o que torna quase impossível para a comunidade médica chegar a uma conclusão sobre os efeitos do café no organismo de quem o bebe. Quanto aos efeitos do consumo do café na saúde, tenho mais dúvidas agora do que tinha antes!


Por um lado, muitos estudos fazem a ligação entre o consumo do café ao aparecimento de certos problemas de saúde, tais como o colesterol elevado, pressão arterial alta, azia, ritmo cardíaco irregular (ansiedade), insônia e dores de cabeça.

Por outro lado, descobri muitas pesquisas que negam as conclusões negativas acima mencionadas. Um estudo, da Faculdade de Saúde Pública da Harvard (Harvard School of Public Health), indica que o café pode ser mais benéfico que prejudicial à saúde. A longo prazo os efeitos do café na saúde cardiovascular podem ser positivos, e também se depreende que o consumo entre moderado a elevado do café (cerca de 6 xícaras por dia) está ligado a um risco significativamente mais baixo de diabetes. A prova é também uma ligação muito forte do consumo regular do café a um risco reduzido da doença de Parkinson, aumento da concentração e um melhor rendimento atlética.

Apesar das mais recentes provas de que o café pode ter benefícios para a saúde, é como diz o povo: “tudo é permitido, mas com moderação”. Embora o café possa não ser prejudicial, outros aditivos ao café, tais como nata, açúcar, alguns sabores, podem acrescentar calorias e gordura à sua alimentação. O consumo do café pode também causar dependência – você pode ficar viciado – o que torna difícil e doloroso deixar o hábito.

Você é uma daquelas pessoas que eu vejo todas as manhãs nas filas para pegar seu primeiro café da manhã? O que você acha dos benefícios e perigos do consumo do café?

Written By:

Recent Posts

Juntos, estamos listos: Consideraciones para las personas con necesidades de acceso y funcionales posted on Sep 17

El Departamento de Salud Pública de Massachusetts está comprometido con el enfoque de “toda la comunidad” para la gestión de emergencias, que fue iniciada por la Agencia Federal para el Manejo de Emergencias (FEMA, por sus singlas en inglés) en 2011, cuando FEMA reconoció la   …Continue Reading Juntos, estamos listos: Consideraciones para las personas con necesidades de acceso y funcionales

Juntos Estamos Prontos: Considerações sobre os indivíduos com necessidades funcionais e de acesso posted on Sep 17

O Departamento de Saúde Pública de Massachusetts adotou a metodologia de “Toda a Comunidade” para lidar com emergências. Esta metodologia foi iniciada pela Agência Federal de Administração de Emergências (FEMA) em 2011, quando reconheceu a necessidade de um esforço coletivo entre o setor privado, as   …Continue Reading Juntos Estamos Prontos: Considerações sobre os indivíduos com necessidades funcionais e de acesso

Partnering with the Legislature to Prevent Suicides and Save Lives posted on Sep 17

Governor Patrick recently signed into law An Act Relative to the Reduction of Gun Violence, reforming the state’s gun lawsin an effort to reduce gun violence and create safer and healthier communities across the Commonwealth. These newly enacted provisions are focused on four key areas:   …Continue Reading Partnering with the Legislature to Prevent Suicides and Save Lives