Post Content

Jordan CorizaPosted by:
Jordan Coriza, Department of Public Health

Jordan is the Director of Ethnic Media Engagement for the Department.

Parece que para cada estação do ano, para cada clima, temos uma preocupação de saúde diferente. No inverno falamos da gripe, no verão falamos de doenças transmitidas por mosquitos, carrapatos e outros animais selvagens. Começando hoje, estarei falando desses animais e dessas infecções individualmente. Mas não precisa ficar aflito, prevenir essas doenças é muito simples. Veja só:

Carrapatos/Carraças
Os carrapatos do veado (um animal comum nesta região do país) podem transmitir germes que causam doenças como a doença de Lyme (Febre do Carrapato/Febre da Carraça), babesiose e anaplasmose. Embora pouco comuns, essas doenças são muito sérias. Para evitar contrair uma doença transmitida pela picada de um carrapato, você deve:

  • Usar repelente que contenha DEET;
  • Vestir camisas de manga comprida e calças dentro das meias. A roupa deve ser, de preferência, de uma cor clara. Isso ajudará a ver se um carrapato estiver na sua roupa e evitar que entre em contato com sua pele.
  • Aplicar um repelente que contenha permetrina na sua roupa, seguindo as instruções no rótulo do produto;
  • Se você esteve em algum lugar onde pôde haver carrapatos, reviste seu corpo, assim como as crianças e seus animais de estimação uma vez por dia. Os carrapatos costumam ficar nas seguintes áreas do corpo: axilas, raiz do cabelo, virilha, pernas, coxas e dentro ou por trás das orelhas. Procurar carrapatos no seu corpo é uma maneira eficaz de evitar as infecções causadas por esse animal. Se achar um carrapato preso no seu corpo, tente tirá-lo o mais rápido possível. Use uma pinça de ponta fina para pegar o carrapato o mais perto da sua pele possível e puxe para fora de uma vez só. Retirar o carrapato preso dentro de 24 a 36 horas após a picada é uma forma muito eficaz de evitar uma infecção.
  • Saiba que os sintomas iniciais da doença de Lyme incluem brotoeja (erupção da pele) na região da picada e/ou sintomas semelhantes aos da gripe. Consulte com um profissional da área de saúde se você apresentar algum desses sintomas.

Poderá achar mais informação sobre esse tópico no website do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts.

Written By:

Recent Posts

Some Workers Face Higher Risk of Injury – But Employers Can Make a Difference posted on Jul 25

Some Workers Face Higher Risk of Injury – But Employers Can Make a Difference

In the six years from 2008 through 2013, 356 workers died on the job in Massachusetts.  This is about one worker every five days!  The MDPH CFOI and MA FACE projects developed this infographic to illustrate these tragic worker deaths and to underscore the human costs   …Continue Reading Some Workers Face Higher Risk of Injury – But Employers Can Make a Difference

Making Your Summer POP! posted on Jul 19

Making Your Summer POP!

Few things are better than an ice-cold popsicle on a hot summer day!  I have vivid memories from my childhood running around through the sprinkler and various neighbors’ yards enjoying the summer sun.  At that age, having a messy red ring around your mouth from   …Continue Reading Making Your Summer POP!

Massachusetts is Rewarding Small Businesses for Healthy Workplaces posted on Jul 18

Massachusetts is Rewarding Small Businesses for Healthy Workplaces

Wellness programs are good for business. They can lead to better performing workers, lower absenteeism and decreased healthcare and insurance costs. Now, small businesses can be rewarded for these efforts! The Massachusetts Wellness Tax Credit Incentive gives small businesses in Massachusetts a state tax credit   …Continue Reading Massachusetts is Rewarding Small Businesses for Healthy Workplaces