Post Content

Jordan CorizaPosted by:
Jordan Coriza, Department of Public Health

Jordan is the Director of Ethnic Media Engagement for the Department.

Esta é a entrega mais recente da série de blogs destacando diferentes capítulos do Health of Massachusetts (O Estado de Saúde de Massachusetts), um novo relatório completo do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts (DPH).

O capítulo onze debruça-se sobre os ferimentos causados sem intenção no estado. O termo “ferimento” inclui não apenas ferimentos involuntários ou “acidentes”, mas também ferimentos auto-infligidos, suicídios, ferimentos resultantes de agressão física e homicídios.

Em Massachusetts, os ferimentos são a causa principal de morte entre pessoas de 1 a 44 anos de idade e a terceira causa de morte em todas as faixas etárias. De fato, ferimentos causam mais mortes de crianças e jovens entre 1 e 19 anos de idade do que todas as outras causas juntas. O fardo financeiro dos ferimentos é enorme. Em 2007 as despesas hospitalares pagas para tratamentos associados a ferimentos graves ultrapassaram $2,6 bilhões de dólares, sem incluir despesas no ambulatório, serviços de ambulância, reabilitação, custos com cuidados a longo prazo ou salários perdidos.



Mas os ferimentos não acontecem por azar – muitas vezes podem ser previstos e, na maioria dos casos, evitados! Os programas de prevenção de ferimentos mais bem sucedidos combinam 4 estratégias básicas conhecidas como “4 Es”, pelas iniciais em inglês: 1) Intervenções Ambientais, 2) Mudanças de comportamento e intervenções com foco individual, 3) Criação e aplicação de regulamentos, e 4) Gerência de trauma e resposta às emergências médicas.

 
Cindy Rodgers, ex-diretora do Programa de Prevenção e Controle de Ferimentos do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts, declara:

Embora a taxa de fatalidades por ferimentos em Massachusetts, na sua totalidade, seja mais baixa que em grande parte do país, as mortes de cerca de 3000 residentes juntamente com três quartos de milhão de internamentos hospitalares e visitas ao pronto-socorro por ano não é aceitável, já que a maioria pode ser evitada facilmente. A magnitude do problema é tão grande e os ferimentos são tão comuns que a nossa sociedade já os considera como uma situação inevitável. Devido à escalada das perdas de vidas e os custos financeiros, existe uma necessidade urgente de mudar a percepção do público e dos legisladores, passando de “ferimentos como sendo acidentes” para “ferimentos são previsíveis e evitáveis,” e criar a vontade política para proporcionar os recursos e as infra-estruturas necessárias para programar intervenções eficazes para a prevenção de ferimentos.

Para mais informações, confira http://mass.gov/dph/healthofmassachusetts.

Written By:

Recent Posts

Working Together to Prevent Falls Among Older Adults posted on Sep 22

Working Together to Prevent Falls Among Older Adults

Falls among older adults (age 65+) are a major public health challenge.  In Massachusetts, there are nearly 50,000 emergency room visits each year for fall-related injuries.  These injuries, which can include broken bones and traumatic brain injuries, are also very expensive to treat. In 2014,   …Continue Reading Working Together to Prevent Falls Among Older Adults

Got Temp Workers? Make Sure They’re Trained posted on Sep 20

Got Temp Workers? Make Sure They’re Trained

When you say ‘temp worker’, many people picture a receptionist filling in while a company’s employee is on vacation or out sick. Back in the day that was what the temp industry looked like. (I remember working as a temp in an office during summer   …Continue Reading Got Temp Workers? Make Sure They’re Trained

Highlights of the September 14th Public Health Council Meeting posted on Sep 14

The September 14th meeting of the Public Health Council included a vote on one Determination of Need request, followed by a series of information presentations on the current status of various proposed regulatory amendments. First, the Council took up a Determination of Need application from Nantucket   …Continue Reading Highlights of the September 14th Public Health Council Meeting