Post Content

Jordan CorizaPosted by:
Jordan Coriza, Department of Public Health

Jordan is the Director of Ethnic Media Engagement for the Department.

Esta é a entrega mais recente da série de blogs destacando diferentes capítulos do Health of Massachusetts (O Estado de Saúde de Massachusetts), um novo relatório completo do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts (DPH).

O capítulo onze debruça-se sobre os ferimentos causados sem intenção no estado. O termo “ferimento” inclui não apenas ferimentos involuntários ou “acidentes”, mas também ferimentos auto-infligidos, suicídios, ferimentos resultantes de agressão física e homicídios.

Em Massachusetts, os ferimentos são a causa principal de morte entre pessoas de 1 a 44 anos de idade e a terceira causa de morte em todas as faixas etárias. De fato, ferimentos causam mais mortes de crianças e jovens entre 1 e 19 anos de idade do que todas as outras causas juntas. O fardo financeiro dos ferimentos é enorme. Em 2007 as despesas hospitalares pagas para tratamentos associados a ferimentos graves ultrapassaram $2,6 bilhões de dólares, sem incluir despesas no ambulatório, serviços de ambulância, reabilitação, custos com cuidados a longo prazo ou salários perdidos.



Mas os ferimentos não acontecem por azar – muitas vezes podem ser previstos e, na maioria dos casos, evitados! Os programas de prevenção de ferimentos mais bem sucedidos combinam 4 estratégias básicas conhecidas como “4 Es”, pelas iniciais em inglês: 1) Intervenções Ambientais, 2) Mudanças de comportamento e intervenções com foco individual, 3) Criação e aplicação de regulamentos, e 4) Gerência de trauma e resposta às emergências médicas.

 
Cindy Rodgers, ex-diretora do Programa de Prevenção e Controle de Ferimentos do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts, declara:

Embora a taxa de fatalidades por ferimentos em Massachusetts, na sua totalidade, seja mais baixa que em grande parte do país, as mortes de cerca de 3000 residentes juntamente com três quartos de milhão de internamentos hospitalares e visitas ao pronto-socorro por ano não é aceitável, já que a maioria pode ser evitada facilmente. A magnitude do problema é tão grande e os ferimentos são tão comuns que a nossa sociedade já os considera como uma situação inevitável. Devido à escalada das perdas de vidas e os custos financeiros, existe uma necessidade urgente de mudar a percepção do público e dos legisladores, passando de “ferimentos como sendo acidentes” para “ferimentos são previsíveis e evitáveis,” e criar a vontade política para proporcionar os recursos e as infra-estruturas necessárias para programar intervenções eficazes para a prevenção de ferimentos.

Para mais informações, confira http://mass.gov/dph/healthofmassachusetts.

Written By:

Recent Posts

Celebrating Our Rural Communities posted on Nov 16

Celebrating Our Rural Communities

Nearly 60 million people live and work in rural America. In Massachusetts, about 650,000 people call one of our 160 rural towns home. Rural communities are great places to live, work, and play, but they also face unique healthcare challenges. That’s why each year the   …Continue Reading Celebrating Our Rural Communities

Deck the Halls – Safely posted on Nov 13

Deck the Halls - Safely

Holiday decorations are a surefire way to boost a community’s holiday spirit. The bright colors and lights of the holiday decorations make the 4:00 p.m. sunset a little easier to handle.  When I’m decorating, my training kicks in and I think about safety as I   …Continue Reading Deck the Halls – Safely

Weekly Flu Report, November 10, 2017 posted on Nov 10

The latest weekly flu report indicates that rates of flu-like illness continued to climb over the past seven days. Flu season still has a way to go before reaching its peak, and between that and the holidays approaching, there’s never been a better time to get your   …Continue Reading Weekly Flu Report, November 10, 2017