Post Content

MayaMohan2 Posted by:
Maya Mohan, Department of Public Health

Maya é a coordenadora de atividade física do DPH

Chegou o ano novo e temos as mesmas velhas resoluções de início de ano: comer melhor, ser mais ativos, emagrecer e juntar dinheiro. Eu admito que adoro comer, que não me faria mal perder uns quilinhos e que não faço a mínima idéia do que significa poupar dinheiro. Portanto, falemos sobre a resolução de sermos mais ativos.

1. Mexa mais o corpo. Cada passo a mais que você der vai contar. Continue se mexendo. Desça do metrô uma estação antes da estação que você costuma descer. Estacione o carro no final do estacionamento do supermercado, longe da porta. Use as escadas para subir (ou descer) apenas um ou dois andares. Sempre que tiver tanto escadas convencionais como rolantes, escolha as convencionais. Vá ao banheiro no andar de cima. Leve o cachorro para passear e cada dia passeie com ele por mais dez minutos. Tenho certeza que você já ouviu essas sugestões antes, mas todos esses detalhes contam.

2. Diversifique-se! Tente fazer coisas diferentes. O tempo frio não é uma desculpa aceitável para hibernar. Afinal de contas nós não somos ursos! Existem muitas atividades que pode fazer dentro de casa (como jogar Nintendo Wii, dançar com o Dance Revolution e/ou brincar com o Twister). Você também pode inventar jogos. Por exemplo, pegue um baralho de cartas e designe diferentes atividades para cada naipe. Por exemplo: copas = abdominais, espadas = flexões de braço, paus = polichinelos, ouros = flexões de perna. Durante uma pausa comercial, tire uma carta do baralho e faça o número de repetições da atividade correspondente a esse naipe segundo o número da carta. Então, se pegou um sete de ouros, terá que fazer sete flexões de perna. Continue tirando cartas até acabarem os comerciais. Repita na próxima pausa.

3. Desligue a televisão. Tudo bem, essa sugestão pode parecer boba depois de ter lhe falado sobre o meu jogo de cartas, mas não faz mal. Uma recente matéria no New York Times discute os resultados de um estudo que mostrou que desligar a televisão resulta em “sutis, porém importantes, mudanças dos níveis gerais de atividade física das pessoas.” Tente você mesmo. Pelo menos assim não terá que fazer dez flexões ou dez abdominais porque pegou um dez de espadas e um dez de copas durante os comercias!

4. Faça um compromisso. Empenhe-se em fazer uma atividade diferente por semana. Esta semana decida não usar as escadas rolantes na estação do metrô. Na semana seguinte continue sem usar as escadas rolantes e faça outra mudança pequena, porém importante, na sua atividade física. (Se alguém experimentar o meu jogo de cartas, diga-me o que achou!)

É fácil se manter ativo. Você pode fazê-lo!

E o que você faz para se manter em movimento? Gostaríamos de ouvir as suas idéias sobre como se manter ativo e as suas resoluções de início de ano para se manter em forma. Escreva-nos!

Written By:

Recent Posts

Massachusetts Environmental Public Health Tracking (EPHT) & Climate Change posted on Jun 23

The Environmental Toxicology Program in the Bureau of Environmental Health has developed a climate assessment approach that leverages the combined resources of the Massachusetts Environmental Public Health Tracking (EPHT) tool and the CDC Building Resilience Against Climate Effects (BRACE) framework. The approach actively engages stakeholders   …Continue Reading Massachusetts Environmental Public Health Tracking (EPHT) & Climate Change

Love in Action: Supporting One Another in Challenging Times posted on Jun 15

Love in Action: Supporting One Another in Challenging Times

“Darkness cannot drive out darkness: only light can do that. Hate cannot drive out hate: only love can do that.” – Martin Luther King Jr. What do we do when horrible things happen? A tragedy like what happened at Orlando’s LGBTQ Pulse nightclub is so   …Continue Reading Love in Action: Supporting One Another in Challenging Times

Getting Hurt is Not in Your Job Description posted on Jun 13

Getting Hurt is Not in Your Job Description

POP QUIZ: Deli slicers – How hard can they be to use? Everyone seems to have story about someone being cut at work while using a deli slicer*. If you don’t have one yourself, ask a friend or colleague—they almost certainly do. And more often   …Continue Reading Getting Hurt is Not in Your Job Description