Post Content

MayaMohan2 Posted by:
Maya Mohan, Department of Public Health

Maya é a coordenadora de atividade física do DPH

Chegou o ano novo e temos as mesmas velhas resoluções de início de ano: comer melhor, ser mais ativos, emagrecer e juntar dinheiro. Eu admito que adoro comer, que não me faria mal perder uns quilinhos e que não faço a mínima idéia do que significa poupar dinheiro. Portanto, falemos sobre a resolução de sermos mais ativos.

1. Mexa mais o corpo. Cada passo a mais que você der vai contar. Continue se mexendo. Desça do metrô uma estação antes da estação que você costuma descer. Estacione o carro no final do estacionamento do supermercado, longe da porta. Use as escadas para subir (ou descer) apenas um ou dois andares. Sempre que tiver tanto escadas convencionais como rolantes, escolha as convencionais. Vá ao banheiro no andar de cima. Leve o cachorro para passear e cada dia passeie com ele por mais dez minutos. Tenho certeza que você já ouviu essas sugestões antes, mas todos esses detalhes contam.

2. Diversifique-se! Tente fazer coisas diferentes. O tempo frio não é uma desculpa aceitável para hibernar. Afinal de contas nós não somos ursos! Existem muitas atividades que pode fazer dentro de casa (como jogar Nintendo Wii, dançar com o Dance Revolution e/ou brincar com o Twister). Você também pode inventar jogos. Por exemplo, pegue um baralho de cartas e designe diferentes atividades para cada naipe. Por exemplo: copas = abdominais, espadas = flexões de braço, paus = polichinelos, ouros = flexões de perna. Durante uma pausa comercial, tire uma carta do baralho e faça o número de repetições da atividade correspondente a esse naipe segundo o número da carta. Então, se pegou um sete de ouros, terá que fazer sete flexões de perna. Continue tirando cartas até acabarem os comerciais. Repita na próxima pausa.

3. Desligue a televisão. Tudo bem, essa sugestão pode parecer boba depois de ter lhe falado sobre o meu jogo de cartas, mas não faz mal. Uma recente matéria no New York Times discute os resultados de um estudo que mostrou que desligar a televisão resulta em “sutis, porém importantes, mudanças dos níveis gerais de atividade física das pessoas.” Tente você mesmo. Pelo menos assim não terá que fazer dez flexões ou dez abdominais porque pegou um dez de espadas e um dez de copas durante os comercias!

4. Faça um compromisso. Empenhe-se em fazer uma atividade diferente por semana. Esta semana decida não usar as escadas rolantes na estação do metrô. Na semana seguinte continue sem usar as escadas rolantes e faça outra mudança pequena, porém importante, na sua atividade física. (Se alguém experimentar o meu jogo de cartas, diga-me o que achou!)

É fácil se manter ativo. Você pode fazê-lo!

E o que você faz para se manter em movimento? Gostaríamos de ouvir as suas idéias sobre como se manter ativo e as suas resoluções de início de ano para se manter em forma. Escreva-nos!

Written By:

Recent Posts

Highlights of the July 8th Public Health Council Meeting posted on Jul 8

This month’s meeting of the Public Health Council was convened on a remote basis in keeping with current limitations on public gatherings. During the meeting, Council members received a series of informational presentations from Department staff, which included: Overview of Massachusetts’ COVID-19 Response in Long-Term   …Continue Reading Highlights of the July 8th Public Health Council Meeting

Highlights of the June 10 Public Health Council Meeting posted on Jun 10

The June monthly meeting featured an update from the Commissioner and a vote by Council members on a set of final proposed regulations. With today’s release of the latest DPH quarterly opioid overdose data, Commissioner Monica Bharel provided an overview for Council members. Next, the Council   …Continue Reading Highlights of the June 10 Public Health Council Meeting

Health Disparities Close to Home: an Op-Ed by Commissioner Monica Bharel posted on Jun 9

Health Disparities Close to Home: an Op-Ed by Commissioner Monica Bharel

Reprinted with permission from the Harvard Crimson, May 27, 2020. Here in Massachusetts, we are fortunate to have top university researchers, some of the finest medical schools and teaching hospitals in the world, and a robust state system of public health. But even a state   …Continue Reading Health Disparities Close to Home: an Op-Ed by Commissioner Monica Bharel